domingo, maio 14, 2006

Genitoras

Quantas mulheres grávidas imaginam serem abordadas por um cara em pleno supermercado?

Vi uma gestante linda e não resisti. Ajudei ela com as compras e ofereci carona. Acabamos chegando numa conversa íntima. Ela me revelou que estava carente porque o marido não queria tocá-la pois ela já estava com 6 meses de gravidez. Daí em diante, foi fácil.

Realmente a Isabelle estava carente. Acho que a sua última vez devia ter sido na concepção da criança. Pena que eu tive que manter uma única posição: em pé, de costas. E ela ficava sempre me pedindo para ter cuidado. Mas foi muito bom.

Espero que o pequeno Silas* tenha nascido saudável.
Feliz dia das mães!

* nome fictício

2 comentários:

beta disse...

amando..achei teu blog por ai...
me responde uma curiosidade, vi que num post vc pois que no sexo anal com uma moça se sentiu poderoso... eu ja ouvi isso em outros lugares e reamente nao entendo isso... sera que vc pode expressar em palavras esse sentimento, o porque e tudo mais? obrigada

Amando Jucá disse...

Querida leitora, conforme você leu, eu me "senti poderoso", portanto, foi um sentimento, algo que é intangível e difícil de ser descrito através de palavras. Mas os especialistas dizem que os homens têm este sentimento porque o sexo anal "is more degrative to women". Explicação técnica.